Design sem nome.png

KUNG FU

O que você precisa saber

A arte marcial chinesa é conhecida popularmente no ocidente como Kung Fu. A antiga prática corporal que surgiu como treinamento da luta e da guerra, tornou-se uma filosofia e um caminho para o desenvolvimento de habilidades e do auto-conhecimento.

O QUE É KUNG FU?

Kung Fu é uma Arte Marcial, ou seja, uma prática de antigas técnicas que surgiram nos períodos de guerra da história da China. Seu treinamento envolve exercícios físicos, movimentos e técnicas de luta e armas tradicionais chinesas como bastão, facão e lança. Além disso, a arte envolve o trabalho da respiração, concentração, disciplina e valores éticos.

 

Um diferencial em relação a outras artes marciais é que antigos lutadores chineses elaboraram técnicas de combate inspiradas nos animais através de estudo e observação. Esta foi a origem de muitos estilos de Kung Fu, como tigre, serpente, dragão, pantera e garça. Alguns preferem imitar o espírito do animal, ao passo que outros tem maior interesse em suas habilidades e movimentos.

 

Enquanto aqui no ocidente nós conhecemos a arte marcial chinesa pelo nome de Kung Fu, na China esse conceito está associado às habilidades que são adquiridas com o tempo e treino e pode ser aplicado a qualquer área de atuação.

Dessa forma surge a ideia de Kung Fu como filosofia.

A tradução literal desta palavra para o português é

“trabalhar duro” ou

“tempo e habilidade”.

Hoje, muitas pessoas encontram no Kung Fu uma forma de praticar exercícios físicos, aprender a técnica da luta, buscar o auto-conhecimento e se tornar uma pessoa melhor.

 

PARA QUE TREINAR KUNG FU?

As pessoas buscam diversas práticas para ter uma vida mais saudável. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), saúde é um estado de completo bem-estar físico, mental e social, e não apenas a ausência de doenças. A partir disso, a prática de uma atividade física regular contribui muito para atingir esse estado de bem-estar.

Saúde Física

A prática do Kung Fu representa uma atividade física completa e desenvolve o fortalecimento muscular, a flexibilidade, a resistência e o condicionamento físico. 

Dentre os BENEFÍCIOS para saúde, podemos destacar:

  • Redução do risco de doenças cardiovasculares, diabetes, osteoporose, fibromialgia, entre outras doenças;

  • Controle da pressão arterial e níveis de açúcar no sangue;

  • Melhora da qualidade do sono;

  • Controle de peso.

A prática de atividades físicas  previne o desenvolvimento de doenças, reduz o estresse e aumenta a sensação de bem-estar

Saúde Mental

A prática de atividade física contribui para a produção de hormônios e neurotransmissores do bem-estar. Estes nos ajudam a estar dispostos, contentes e o seu equilíbrio é uma dos principais componentes para a saúde mental.

 

A escolha da atividade deve levar em conta que você deve sentir-se bem antes, durante e depois de fazer exercícios.

 

Alguns importantes BENEFÍCIOS da atvidade física são:

  • Redução do Stress;

  • Equiíbrio na produção de hormônios;

  • Aumento da disposição no dia a dia;

  • Alívio nos sintomas de transtornos mentais.

 

Além de contribuir para uma vida mais saudável e uma maior qualidade de vida, o Kung Fu traz algo a mais para seus praticantes: uma filosofia de vida. Disciplina, concentração, espírito de luta e virtudes marciais formam um conjunto de valores que guiam o artista marcial.

 

FILOSOFIA KUNG FU

O termo Kung Fu associou-se à arte marcial no ocidente, quando os chineses que praticavam, ao serem questionados sobre suas habilidades e movimentos de luta, respondiam "kung fu". O que eles realmente queriam dizer era que para atingir a maestria e o desenvolvimento das habilidades, eram necessários tempo e dedicação, ou ainda, um "trabalho árduo".

A partir desse conceito, o praticante de Kung Fu sabe que melhorar dia a dia é o objetivo da prática.  Claro que esse progresso apenas acontece quando empregamos esforço em tudo o que fazemos e dedicar-se aos treinos e aos exercícios é fundamental. Mas o segundo componente essencial para o Kung Fu é o tempo. Com a paciência e persistência, o tempo se torna um importante aliado para desenvolvermos nossas capacidades. 

Podemos pensar em três palavras importantes quando queremos cultivar o Kung Fu:

DETERMINAÇÃO:

Significa escolher, ou seja, determinar o que queremos ou onde queremos chegar.

DEDICAÇÃO:

O emprego do nosso esforço e do nosso trabalho para alcançar nosso objetivo.

DISCIPLINA:

Realmente fazer aquilo que nós mesmos determinamos e escolhemos.

A autodisciplina é uma ferramenta para conseguir atingir qualquer objetivo, pois garante o cumprimento de todas as responsabilidades e compromissos que levam ao sucesso.

Através da prática do Kung Fu, os alunos praticam a autodisciplina e a desenvolvem dentro de cada exercício, desafio e proposta de treino. Com o tempo, a autodisciplina conquistada na arte marcial passa a fazer parte da vida do praticante.

 

Concentração

A única maneira possível de praticar o Kung Fu é através da concentração. Viver o momento presente, concentrar-se no que se está fazendo e manter o foco necessário para fazer o melhor  possível são elementos que fazem parte da Filosofia do Kung Fu.

Ao desenvolver a concentração, aprendemos a direcionar nossos esforços para o que é mais importante, bloquear sinais e informações irrelevantes e focar nossos pensamentos para o plano de ação do que queremos executar.

 

7 Virtudes da Arte Marcial

Muitas artes marciais possuem um código de conduta como o Bushido (Caminho do Guerreiro), ou o WuDut / Wute (Virtudes Marciais), como parte fundamental de sua formação.

As lições aprendidas no Bushido / Wute são muitas vezes mais importantes do que a arte da luta em si. Estas virtudes marciais ajudam a motivar, moldar, e incentivar um artista marcial na buscade um ideal maior. Para desenvolver habilidades além das habilidades físicas e para aprender a usar sua mente e seu coração em cada situação.

Em nossa prática do Kung Fu buscamos desenvolver as Sete Virtudes Marciais que são: Compaixão, Cortesia, Sinceridade, Fidelidade, Justiça, Coragem e Honra.
Conheça mais sobre o Wute.

PASSADO, PRESENTE E FUTURO

A História do Kung Fu possui muitas lendas e versões diferentes. Existem poucas provas documentadas para sustentar qualquer história, já que a maioria delas passou de pai para filho, sem qualquer documentação escrita.

 

Os longos períodos de guerra da história chinesa favoreceram o desenvolvimento da arte marcial através do emprego do kung fu nos exércitos e nas guerras. Ao longo do tempo, o taoísmo começou a influenciar a filosofia de luta, bem como o budismo e o confucionismo.

 

Por muitos anos, o kung fu foi ensinado apenas dentro das próprias famílias, praticado em templos budistas (como o renomado Templo Shaolin), utilizado por sociedades secretas e empregado em revoltas e conflitos por toda a China.  

Depois da fundação da República Popular em 1949, o governo chinês começou a promover a prática e o desenvolvimento das artes marciais, mas de uma forma moderna e diferente. Diante das pressões políticas, muitos mestres do kung fu tradicional foram perseguidos e fugiram para Taiwan, Hong Kong e outros países, levando consigo sua bagagem marcial.


As artes marciais chinesas foram gradualmente conquistando espaço no ocidente através de filmes de ação vindos de Hong Kong, onde todos os atores como Bruce Lee lutavam kung fu. Os mestres e professores chineses que fugiram da Revolução Cultural para países como Brasil, Canadá e Estados Unidos começaram a ensinar os seus estilos para os ocidentais, ajudando a tornar o kung fu conhecido a todos.

 

Moderno ou Tradicional?

Podemos pensar nos conceitos sobre Kung Fu Moderno e Kung Fu Tradicional no que diz respeito a estilo e treinamento.

Os mestres que deixaram a China, levaram seus estilos tradicionais para o sudeste da Ásia e posteriormente para o ocidente. Já o governo chinês, para recuperar a sua herança marcial, codificou a arte marcial chinesa através da criação de um sistema homogêneo de técnicas padronizadas que pudesse ser ensinado, sempre da mesma forma, em qualquer lugar do mundo e o chamou de Wushu Moderno.

Independente se o estilo é moderno ou tradicional, cada escola de Kung Fu traz a visão de um professor e pode se concentrar mais ou menos nos aspectos artísticos, nos benefícios, na técnica de luta ou na herança cultural da Arte Marcial.

 

Nossa escola desenvolve um estilo tradicional de Kung Fu chamado Choy Lay Fut.

Porém, em relação à forma de treinamento, consideramos que uma abordagem moderna é a mais indicada para que o Kung Fu proporcione mais benefícios aos seus praticantes. Além disso isso possibilita que QUALQUER PESSOA possa praticar Kun Fu e que a prática seja voltada às necessidades do nosso tempo.

Nessa abordagem, os exercícios físicos são adequados a cada praticante e embasados também pelo conhecimento atual de saúde e treinamento físico. Além disso, a luta passou a ser um meio para alcançarmos os benefícios da arte marcial e não mais um fim da prática.

 

Kung Fu Online?

É possível praticar arte marcial através da internet?

Para responder a essa pergunta, temos que ter clareza de quais são os objetivos que o praticante tem com o Kung Fu.

Adquirir saúde através de exercícios físicos, expressar-se artisticamente com seu corpo, desenvolver disciplina, concentração e valores são objetivos da arte marcial.

E são perfeitamente possíveis de serem atingidos com a prática do Kung Fu online.

WhatsApp-Logo.png

Rua Coelho Neto, 465 - Vila Itapura | Campinas - SP - Brasil

© 2018 Academia Dragão Chinês Kung Fu

Logo Novo.png
WhatsApp-Logo.png