• Fábio Diniz

Por que continuar praticando Artes Marciais?

Se você pratica artes marciais, talvez em algum momento já tenha pensado em parar de treinar. Ou talvez tenha realmente parado por algum motivo.

Quero deixar aqui algumas palavras sobre essa questão...



O caminho das artes marciais pode ser considerado muito difícil, pois exige disciplina, determinação, coragem e superação. Para a maior parte das pessoas, o maior desafio é justamente conseguir conciliá-lo com os outros compromissos e áreas que temos na vida como família, trabalho, relações, estudos…


E em algum momento dessa trajetória, todos nós acabamos por nos deparar com uma questão: qual o motivo para continuar treinando?

De início, pode ser que você tenha escolhido praticar a arte marcial por saúde, para saber lutar, para emagrecer, para ser mais disciplinado, ou porque admira a cultura... E provavelmente encontrou nela ao longo do tempo muito mais do que estava procurando quando iniciou seus treinos.


Mas após muitos anos de prática, talvez já na tão sonhada faixa preta, você se pergunte: por que eu devo permanecer nesse caminho? Afinal, existe algo além das técnicas, movimentos, e formas de lutar?


Uma vez encontrei pela internet um texto de um professor de kung fu que me tocou profundamente e traduziu o que eu sempre senti em relação à arte marcial. Nunca conheci o professor Gil Eanes, porém reli esse texto algumas vezes e ele sempre me traz um sentimento muito positivo. Deixo aqui as palavras dele:


“Penso que, de certa forma, em todas as coisas que fazemos, na verdade o que buscamos é sermos felizes, melhorarmos a nossa vida, termos satisfação e relações boas ao nosso redor. E acredito, de coração, que as artes marciais podem nos ajudar em alguma medida a fazermos isso. Eu acho que é acreditar nisso que me dá a maior motivação pra continuar treinando, ensinando e ajudando, conforme a minha capacidade, a manter a tradição viva.
O caminho nas artes marciais não é perfeito e completo, não é imune às fraquezas, aos maus hábitos de corpo, mente e relações, mas acredito muito que ele pode ser útil se o usarmos como uma ferramenta, um jeito de nos juntarmos, que ele pode nos transformar e nos tornar mais fortes, hábeis e úteis, de verdade.”
Gil Eanes

Espero que você encontre esse sentido dentro da sua prática e do seu caminho na arte marcial. Que ela seja positiva para sua vida e para a vida dos outros que estão ao seu redor.


Gostou da reflexão?

Clique aqui para saber mais sobre as Artes Marciais.

13 visualizações
WhatsApp-Logo.png

Rua Coelho Neto, 465 - Vila Itapura | Campinas - SP - Brasil

© 2018 Academia Dragão Chinês Kung Fu

Logo Novo.png
WhatsApp-Logo.png